Polícia/Polícia

(11/08/2019) - Comandante da 1ª Cia confirma ações da Operação Festa do Peão

Com foto Sem Foto

Capitão Paulo César Frugeri comandante da 1ª Cia da Polícia Militar
Tininho Júnior

O capitão Paulo César Frugeri  confirmou que a  Operação Festa do Peão, é uma das maiores do Estado de São Paulo.

“Ela não é uma operação somente da nossa região, mas é tida como grande operação do Estado, no mesmo nível  da  “Verão”  que é feita no litoral, “Inverno” em Campos do Jordão”, disse.


O comandante da 1ª Cia da Polícia Militar, informou que efetivo e viaturas de batalhões  dos municípios de Ribeirão Preto, Franca, Araraquara, São Carlos e Sertãozinho, além do Comando de Policiamento de Trânsito sediado na Capital, estarão reforçando o 33º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior).


O efetivo será  distribuído e comandado por setores, e que diferentemente de como é o patrulhamento normal em Barretos, durante a Festa do Peão, são realizados  três grandes focos de policiamento.


“ O primeiro  pega a cidade como um todo responsável pelo atendimento dos chamados de emergência 190, policiamento de Força Tática. O segundo  é um específico voltado para a avenida 43 e imediações. O terceiro tem efetivo e comandamento próprio  lá no Parque do Peão, tanto na área interna quanto também  na via das Comitivas. São três grandes blocos de policiamento que são executados durante a festa, todos eles com grande aparato para dar, mais tranqüilidade as famílias que possam saber que seus filhos então indo na festa e estão saindo e que tem a segurança necessária para estar retornando para os seus lares”, ressaltou. 


O Oficial  também alertou  a população que redobre a atenção nesse período de festa, quanto à ação de marginais.

“ Nesse período, os barretenses devem ter percebido o aumento do número de pessoas que vem de fora, ambulantes que tentam vender seus produtos, porém, dentre esses  pessoas de má índole vem disfarçadas de vendedores, quando na realidade estão aqui para praticar furtos, roubos e estelionatos. As pessoas precisam ficar atentas a cidade está movimentada nesse sentido, então temos que estar atentos a essa situação”.


Em relação à segurança no trânsito, o capitão Frugeri confirmou a importância do  condutor respeitar a sinalização,  e que o rigor na fiscalização vai ser total.


“A avenida 43,  é um exemplo em que sexta, sábado e domingo, fora do horário de expediente são colocadas sinalizações de proibindo estacionamento. O objetivo dessa sinalização é para que não trave a via, uma vez que isso impossibilitaria o trânsito de viaturas da polícia, bombeiro e ambulâncias, como já ocorreu em anos anteriores. Então que respeitem a sinalização, o rigor na fiscalização vai ser total. Tolerância zero na questão de fiscalização de trânsito. Não tem segredo, ninguém vai fazer nada que não seja previsto”, concluiu.


Imprimir