23 de Outubro de 2019 | 02:37:56

23 de Outubro de 2019 | 02:37:56

19/10/2013 | Especiais / Viagem e Turismo

Projeto turístico incentiva destinos percorridos por personagens históricos

Caminha São Paulo orienta turistas a refazerem o caminho dos jesuítas a pé ou de bicicleta

Projeto turístico incentiva destinos percorridos por personagens históricos

Riqueza cultural, histórica e ecológica, faz da cidade um destino único, que encanta
Miguel Schincariol

Ampliar foto

Você já pensou em percorrer atrativos turísticos dos municípios paulistas a pé ou de bicicleta, inspirados em rotas percorridas por personagens históricos que ajudaram a compor o nosso passado paulista? Esta é a proposta do projeto turístico Caminha São Paulo, da Secretaria de Turismo do Estado, que orienta o turista peregrino por um portal na internet, que vai desde a sua inscrição até a impressão do certificado de participação.

Um dos destinos disponíveis é rota Passos dos Jesuítas - Anchieta, que proporciona ao participante percorrer o caminho feito pelos jesuítas, na metade do século XVI.

O caminho dos jesuítas contempla 13 cidades do litoral paulista, num total de 370 km, e possui quatro tipos de rotas: principal, alternativa, opcionais e naturais. A caminhada pode ser iniciada por qualquer uma dos municípios participantes, desde que seja sempre rumo ao norte. Quem optar, por exemplo, iniciar a jornada por São Vicente, deve seguir para Santos, Guarujá e daí por diante com destino a Ubatuba, mas o inverso, de São Vicente para Praia Grande, não um percurso válido.

A rota percorre as cidades de: Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, São Vicente, Cubatão, Santos, Guarujá, Bertioga, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba. Conheça um pouco de algumas cidades:

PERUÍBE
A história de Peruíbe está ligada ao estabelecimento dos padres jesuítas pelo nosso litoral. Padre Leonardo Nunes chegou em 1549 ao Brasil para dar catequese aos índios, no local onde já havia sido construída a Igreja de São João Batista. Os indígenas o apelidaram de "Abarebebê” (Padre Voador), pois parecia estar em vários locais ao mesmo tempo. Restos desta Igreja são conhecidos hoje como Ruínas do Abarebebê. Em 1554, foi a vez do Padre José de Anchieta chegar ao aldeamento. Em 1640, passa a ser conhecida como Aldeia de São João Batista e, em 1789, os padres jesuítas foram expulsos do Brasil. A aldeia, abandonada, entrou em declínio, tornando-se uma pacata vila de pescadores, sempre submetida ao município de Itanhaém.

SANTOS
Cidade de praia, sol e mar de águas calmas, mas com infraestrutura de metrópole e repleta de belezas e atrações para todas as idades. Santos é uma das principais rotas de cruzeiros marítimos e se destaca no turismo de negócios, com um dos mais completos complexos de eventos do Brasil.

BERTIOGA
Possui um vasto acervo de artefatos, canhões, réplicas de espadas e armamentos utilizados pelos portugueses no século XVI, além de salas temáticas que contam as passagens de José de Anchieta e Hans Staden pela região. Umas das atrações é o Forte de São João construído em 1.532 para defender as vilas de Santos, São Vicente e São Paulo.

ITANHAÉM
É a cidade mais antiga do Brasil e possui grande importância histórica, pois oferece ao turista a possibilidade de conhecer diversos locais que remetem e retratam de forma fiel a sua história. Itanhaém oferece vários atrativos turísticos, tais como: igrejas, museus, passeios nas ilhas oceânicas (que são pontos de mergulho de classe internacional), rios, mata atlântica, itinerários culturais e de lazer para toda a família.

GUARUJÁ
Está localizada na Ilha de Santo Amaro. Com 19 km de praias que agradam todos os gostos, conta ainda com diversas opções de esportes náuticos e lazer. O município abriga um paraíso chamado Prainha Branca. No trajeto para o local, estão as ruínas da Ermida Guaibê, local de orações de José de Anchieta.


BERTIOGA: Forte de São João foi o primeiro monumento de arquitetura militar do Brasil


PERUÍBE: Ruínas do Abarebebê em homenagem ao padre Leonardo Nunes, jesuíta que construiu a igreja


ITANHAÉM: Um dos pontos mais visitados é a Cama de Anchieta, uma cavidade natural entre duas pedras


GUARUJÁ: Local possui 19 km de praias e conta com diversas opções de esportes náuticos e lazer