23 de Outubro de 2019 | 02:37:45

23 de Outubro de 2019 | 02:37:45

25/05/2012 | Política / Política

Leis não cumpridas serão investigadas por CPI

Prefeitura Municipal foi oficialmente solicitada, e tem o prazo de cinco dias úteis para responder as questões

Leis não cumpridas serão investigadas por CPI

Vereador Guilherme Ávila preside a CPI que investigará as leis que não foram cumpridas pelo Executivo
Arquivo

Ampliar foto

O vereador Guilherme Ávila preside a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que vai investigar as leis que não foram cumpridas pelo Executivo. Nesta semana, o edil  recebeu dos vereadores as leis que devem ser investigadas em seu cumprimento. Os vereadores foram notificados para que no prazo de cinco dias encaminhem ofício com as leis a serem investigadas.

Os vereadores que cumpriram esta notificação foram: José Francisco Abrão Miziara, Olímpio Jorge Naben, relator da CPI, Paulo Henrique Corrêa, além do presidente da CPI Guilherme Ávila. Totalizando 23 leis a serem investigadas.

A Prefeitura Municipal foi oficialmente solicitada, e tem o prazo de cinco dias úteis para responder por que estas leis não estão sendo cumpridas. Caso a CPI ache necessário após a análise dos documentos poderão ser chamados para dar esclarecimentos aos membros da Prefeitura Municipal.

“A Comissão foi formada com o objetivo de verificar os motivos pelos quais algumas leis municipais não estão sendo cumpridas na cidade, pois como vereadores temos a obrigação de acompanhar o andamento de leis que nós mesmos criamos e que não saíram do papel. É importante ressaltar que os trabalhos estão sendo feitos com celeridade e dentro do prazo”, explicou o vereador Guilherme Ávila.