14 de Outubro de 2019 | 17:48:32

14 de Outubro de 2019 | 17:48:32

30/08/2014 | Especiais / Viagem e Turismo

Patagônia chilena proporciona passeio para amantes da aventura e boa culinária

Ediee Aguila recomenda a viagem, que ainda é pouco lembrada nos roteiros tradicionais do continente

Patagônia chilena proporciona passeio para amantes da aventura e boa culinária

Ediee Aguila (à esquerda) e seus companheiros de viagem no Parque Nacional Torres Del Paine ? Glaciar Perito Moreno
Álbum de família

Ampliar foto

A Patagônia chilena é uma opção de viagem interessante, que não costuma ser lembrada nos destinos mais tradicionais da América do Sul. A recomendação é do chileno Ediee Aguila, que mora em Barretos há quatro anos e recomenda o passeio nas terras geladas do extremo sul do continente.  Ediee conta que pelo lado chileno a chegada é por Punta Arenas, que leva a Puerto Natales próximo ao Parque Nacional Torres Del Paine e de frente com a Cordilheira dos Andes. Ele recomenda a visita ao parque, principalmente, pela paisagem que o lugar proporciona. “O parque em si é um local muito lindo de percorrer, tem um visual com natureza e animais selvagens. Quem gosta de natureza e aventura pode ir para lá e curtir. A hotelaria da região permite uma acomodação de alto nível”, explicou.

A proximidade e o fácil acesso entre os lados chileno e argentino da Patagônia possibilitam ao turista um leque de opções. “Posso recomendar uma viagem que conecta o parque a La Calafat no território argentino. Lá visitei, na Patagônia argentina, o Glaciar Perito Moreno, que proporciona uma das experiências mais lindas que é ver uma geleira vivente, porque em um percurso de meia hora é possível escutar os barulhos de crescimento, pois ela começa a se aproximar das rochas onde estão os observatórios e ter a sensação de que está indo em sua direção”, destacou.

A região fria também possibilita navegar em meio a geleiras, visualizar animais selvagens, além de conhecer uma cultura diferente, com culinária de alto nível. O chileno recomenda o prato de cordeiro patagônico, salmão e os vinhos típicos da região.

Ediee Aguila classifica o passeio ideal tanto para casais, quanto para grupos de amigos. Em áreas mais frias, é possível tomar whisky em copos feitos pelo gelo, que representa uma tradição do local, segundo o chileno. 
A Patagônia é uma região no sul da América do Sul, dividida entre Chile e Argentina, com aproximadamente 800 mil quilômetros quadrados.  O local é formado por uma conjunção de lagos, montanhas, rios, vales e estepe. O contato com a natureza costuma atrair os turistas que buscam atividades em meio a horizontes extensos e ainda pouco explorados. 


CONTATO: O contato com a natureza pouco explorada costuma ser um atrativo aos turistas da Patagônia