17 de Dezembro de 2018 | 15:59:29

17 de Dezembro de 2018 | 15:59:29

21/10/2014 | Esporte / Futebol

Diretoria, comissão técnica e jogadores comemoram acesso do Barretos

Touro do Vale disputará a série A-3 do Paulista em 2015 após vitória no domingo

Diretoria, comissão técnica e jogadores comemoram acesso do Barretos

Meia Moretto marcou o gol da vitória em cobrança de falta
Tininho Júnior

Ampliar foto

O Barretos Esporte Clube está de volta à série A-3. O gol que garantiu a vitória do acesso saiu dos pés de Moretto em cobrança de falta, diante da Portuguesa Santista no último domingo, no estádio Fortaleza. Com o resultado, o Barretos retorna à divisão A-3, após disputar apenas uma temporada na Segunda Divisão, tabu que durava desde 2010. Sobe junto ao Barretos pelo Grupo 18, Atibaia, que somou os mesmos 10 pontos, mas teve saldo de gols superior: 5 a -1. Portuguesa Santista e Taboão da Serra ficaram de fora com 7 pontos cada e disputarão a Segundona em 2015. Pelo Grupo 18, asseguraram a promoção à A-3, Nacional (10 pontos) e Primavera (9 pontos), à frente de Olímpia (8 pontos) e Grêmio Prudente (3 pontos).

O diretor Roberval Moraes da Silva conta que o acesso do Barretos Esporte Clube é muito importante para a cidade e destaca a dificuldade na competição. “O campeonato mais difícil do Brasil hoje é a Segunda Divisão. É um campeonato longo, que ficou quase dois meses parado. Muita gente não acreditou no Barretos, empresários e torcedores. Mas o importante é que nós subimos. Agradecemos ao Pinho e toda comissão técnica e também diretoria”, contou. O diretor disse que esperava maior apoio da classe empresarial e comenta que para 2015 o planejamento será feito visando montar um time forte. “Precisamos nos reunir e ver quem pode nos ajudar. Ano que vem é um campeonato caro. É necessário montar um time forte e não tivemos ajuda neste ano. De alguma forma, empresários poderiam ter ajudado. Pessoas precisam apoiar o Barretos, que é da cidade. Muita gente não acredita na cidade de Barretos. Quem precisa investir no time é o empresário. Barretos é da cidade e leva nosso nome”, completou o diretor, que agradeceu o apoio do torcedor, patrocinadores e imprensa pelo trabalho em 2014.

O técnico Pinho conquistou o 6º acesso em divisões do Campeonato Paulista, confirmando a fama de “especialista em acessos”. O treinador revelou que teve propostas para deixar o Touro do Vale ao longo da temporada, mas destaca o carinho que tem com membros da diretoria. Pinho ressalta o “time de guerreiros” que comandou ao longo das quatro fases da competição. “Conquistamos esse acesso com muito sacrifício e dificuldade, pois teve uma época que estávamos com poucos jogadores e as pessoas não acreditavam no time que a gente tinha. Graças a Deus chegamos ao acesso e esse grupo é muito guerreiro”, contou.  Referência na liderança e pela raça dentro de campo, o capitão Babi contou que o acesso teve sabor de título. “Só a gente sabe o quanto lutamos, com a diretoria e meninos da base. Valeu a pena e isso se deve a Deus”, ressaltou. Para ele, a renovação para a próxima temporada só depende da diretoria.  O meia Moretto, destaque pela precisão nas bolas paradas, com cinco gols marcados, comenta que o grupo, cidade e torcida mereceram o acesso à série A-3. “Todos mereciam o acesso. Mérito de toda a equipe. Foi sofrido, assim como tudo é sofrido no Barretos. Agora vamos comemorar, o acesso é de todos”, contou. Moretto acrescenta que a permanência dele depende da diretoria do Barretos Esporte Clube. 

Com chegada no fim da 1º fase, o atacante Ray teve rápido entrosamento com o elenco do Barretos, tornando-se destaque com a artilharia pelo Touro. Ele destaca a união do grupo e o trabalho realizado pelo técnico Pinho ao longo de 2014. “Um time que consegue o acesso para a A-3 quase 30 rodadas com apenas 18 jogadores no elenco é muito difícil de ver. Agradeço a Deus e a minha família que sempre me apoia”, comentou.  O secretário do Barretos, Olinto Pereira, revela que o acesso do Touro do Vale é um “alívio”. “O Barretos não merece a Segunda Divisão. O acesso foi excelente, apesar do plantel reduzido. É comissão técnica excelente. Foram guerreiros para o acesso do Barretos Esporte Clube. Pinho com comissão e diretoria estão de parabéns. Agradecemos aos colaboradores e à imprensa”, completou.

FICHA TÉCNICA:

Barretos: Willian; Rafael Jales, Babi, Taison e Assolan; Miler, Julio César (Julio Brasília), Felipe Merlo e Moretto; Luis Ricardo (Alex Durok) e Ray (Alan). Técnico: Pinho.

Portuguesa Santista: Pablo; Renan (Wesley), Natan, Rico e Paulo César; Magno, Ortega, Fabiano (Vitor) e Pio; Stanly e Esquerdinha (Felipe). Técnico: Paulo Cesar Catanoce.

Gol: Moretto aos 4 minutos do 2º tempo (Barretos).

Cartões amarelos: Taison, Miler, Julio César, Leo e Willian (Barretos); Magno (Portuguesa Santista).

Cartão vermelho: Miler (Barretos).

Arbitragem: Luiz Vanderlei Martinucho, auxiliado por Leandro Matos Feitosa e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo, com 4º árbitro Douglas Marques das Flores.


ALEGRIA: Jogadores do Barretos comemoram o acesso com a torcida


SUCESSO: Técnico Pinho destacou o elenco barretense como “time de guerreiros”