22 de Abril de 2019 | 17:37:42

22 de Abril de 2019 | 17:37:42

14/01/2015 | Política / Política

Crise financeira pode afetar atendimento médico na Santa Casa de Barretos

Interventor justifica atraso por não recebimento de repasses de convênios

Crise financeira pode afetar atendimento médico na Santa Casa de Barretos

ATRASO: Alex Franco confirmou que atraso chega a R$ 2 milhões até agora não depositados
Tininho Júnior

Ampliar foto

As dificuldades financeiras da Santa Casa de Barretos continuam, mesmo com a intervenção da prefeitura desde agosto de 2013. Devido a atrasos de pagamento de honorários, grupos de especialidades médicas, que prestam serviços no hospital, avaliam a possibilidade de paralisar os atendimentos, inclusive procedimentos considerados de rotina. 

O interventor da Santa Casa e secretário municipal de Saúde, Alex Franco, confirmou o atraso nos pagamentos a algumas especialidades, explicando que os valores são relativos aos vencimentos que deveriam ter sido quitados no dia 20 de dezembro.  "O atraso aconteceu em razão de atraso nos repasses de convênios, na ordem de aproximadamente R$ 2 milhões, até agora não depositados", explicou o secretário.

“No entanto, a direção do hospital está tomando providências para conseguir realocar verbas e realizar esse pagamento até o início da próxima semana”, continuou Alex Franco. “Essas medidas estão sendo informadas aos médicos, diariamente, para que seja evitada qualquer tipo de paralisação", explicou o interventor, em nota à imprensa.