14 de Outubro de 2019 | 17:49:14

14 de Outubro de 2019 | 17:49:14

11/08/2015 | Especiais / Agronegócio

Bionergia é destaque em edição 2015 da Fenasucro & Agrocana em Sertãozinho

Oferta de energia renovável no Brasil crescerá entre 35% e 40% nos próximos anos

Bionergia é destaque em edição 2015 da Fenasucro & Agrocana em Sertãozinho


Ilustração

Ampliar foto

A cogeração de energia limpa por meio do bagaço e da palha da cana-de-açúcar é um dos principais destaques da 23ª edição da Fenasucro & Agrocana, que acontecerá de 25 a 28 de agosto, em Sertãozinho. A bioenergia ganhou um setor dedicado na maior feira sucroenergética mundial por se tratar, segundo os organizadores do evento, de um novo viés para a retomada deste setor. Marcado para o dia 26 de agosto o Seminário CEISE Br/Unica (Bioenergy Conference 2015) discutirá como o uso da biomassa para produção de energia está mudando o panorama do agronegócio brasileiro, além de ser uma das alternativas para a escassez de energia gerada por hidrelétricas e outros combustíveis fósseis como o petróleo. 

Segundo estudo, divulgado pelo Ministério de Minas e Energia, a oferta de energia renovável no Brasil crescerá entre 35% e 40% nos próximos anos. Ainda segundo o Ministério, a energia gerada pela cana-de-açúcar já ocupa a terceira maior fonte de energia na matriz energética do Brasil. O gerente geral da Fenasucro & Agrocana, Paulo Montabone, reforça a importância da bioenergia e o potencial do setor em oferecer energia limpa procedente do bagaço e da palha da cana-de-açúcar. “Atualmente, a biomassa da cana representa 7% da matriz energética brasileira, no entanto o setor sucroenergético poderia elevar ainda mais essa participação”, disse.