23 de Setembro de 2019 | 17:11:45

23 de Setembro de 2019 | 17:11:45

01/09/2015 | Especiais / Agronegócio

Bebedouro visa produzir energia elétrica a partir da palha de cana

Reivindicação foi recebida pelo secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim

Bebedouro visa produzir energia elétrica a partir da palha de cana

Prefeito de Bebedouro, Fernando Galvão, confirmou apoio aos produtores de cana-de-açúcar
Tininho Júnior

Ampliar foto

Os produtores de cana- de-açúcar de Bebedouro visam a possibilidade de colocar em prática projeto que possibilite a produção de energia elétrica limpa tendo a palha da cana-de-açúcar como matéria-prima. O processo de recolhimento e enfardamento da palha foi apresentado em projeto piloto durante a Feacoop (Feira de Agronegócio Coopercitrus), ao secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. De acordo com o prefeito de Bebedouro, Fernando Galvão, a intenção do projeto que envolve o município e produtores, é construir uma unidade fabril que receba a palha, queime de maneira ecologicamente correta e gere a energia elétrica.

“Hoje o produtor não consegue recolher, enfardar e gerar os recursos com o material e existe um custo médio  para que seja compensador vender a energia no mercado”, disse. O pedido de apoio à iniciativa foi dirigido ao secretário Arnaldo Jardim, que deverá apresentar ao governador a demanda da região. “A produção de energia elétrica limpa é fundamental e o governo do Estado tem como abrir linhas de crédito para  colaborar com esse projeto e fomentar com que outras cooperativas também façam o mesmo”, destacou.

LARANJA: Outra reivindicação do prefeito Fernando Galvão é a inclusão do suco de laranja e a fruta in natura na merenda escolar de todo estado. “Se toda prefeitura conseguisse essa inclusão teríamos escoação muito grande especialmente no cinturão citrícola em nossa região”, afirmou. Segundo ele, hoje 7 mil crianças em idade escolar consomem o suco e a fruta no município. “Esse também é um pedido que gostaria que chegasse ao governador Geraldo Alckmin”, finalizou.