02 de Setembro de 2014 | 06:04:58

08/08/2012 | Opinião / Opinião Aberta

Os perigos da injeção contraceptiva em cães e gatos

Por Patrícia Monteiro de Barros

Quase todos nós já ouvimos falar  em “ vacina contra o cio”, onde tecnicamente este termo está incorreto, pois não se trata de uma vacina e sim de uma injeção com altas doses de hormônios que impedem o cio em cadelas e gatas. Mas o que muitos não sabem é que essas injeções, além de inibirem o cio (e consequentemente não gerarem crias indesejadas) são muito prejudiciais para a saúde de nosso animais, ou ainda dos que estão abandonados.

O uso de anticoncepcionais é um dos principais causadores de aparecimento de tumores de mama, infecções uterinas e tumores uterinos e de ovário, além de predisporem a doenças endócrinas, como o hiperadrenocorticismo, e promoverem resistência insulínica, provocando o surgimento da diabetes mellitus. Também pode ser observada falha, ausência ou descoloração do pelo no local da aplicação.

No caso da infecção de útero, o tratamento é a retirada do órgão de forma emergencial, antes que o animal entre no quadro de infecção generalizada, toxemia associada à insuficiência renal, colapso e morte. Tenho que citar aqui também o risco desta injeção ser aplicada em uma cadela prenha, esta cria pode não só nascer, como também nascer com deformidades, defeitos irreparáveis e ainda podem morrer dentro do útero da mãe, causar uma infecção e morte da mesma.

Temos que usar nossas forças e nosso conhecimento para lutarmos por atitudes que realmente valem a pena, como a castração, e não ficarmos desperdiçando esforços por procedimentos sem segurança e sem resolução definitiva.

Vamos castrar nosso animais, se você não tem animal mas quer ajudar algum, doe uma cirurgia para alguém que você conheça, ou ajude uma associação como a ABA de Barretos. Nós estamos correndo atrás e precisamos do apoio da população para que colabore com os que não tem! Vamos tomar medidas definitivas e resolutivas!

Abraços AU-migos a todos!

Prof. Ms. Patrícia Monteiro de Barros | Professora da UNIFEB e Médica Veterinária da SOS Animal