27 de Abril de 2017 | 17:35:06

12/01/2017 | Cidade / Cidade

APPP quer informações sobre aumento da conta de água, diz presidente

Consumidores irão pagar quase 25% mais caro a partir de fevereiro

APPP quer informações sobre aumento da conta de água, diz presidente

O presidente da APPP, Carlos Je­sus Rodrigues
Tininho Júnior

Ampliar foto

O presidente Carlos Je­sus Rodrigues afirmou que irá solicitar infor­mações sobre o aumen­to nas contas de água e esgoto de 24,5% a par­tir de fevereiro, inclusi­ve com possibilidade de acionar a Defensoria Pú­blica sobre a legalidade da aplicação deste índi­ce. O decreto do prefeito Guilherme Ávila com os novos valores do metro cúbico da água foi publi­cado na imprensa oficial, conforme revelou repor­tagem publicada ontem em O Diário. “Normal­mente os reajustes são de acordo com a inflação”, lembrou Carlito, como é conhecido o presidente da APPP.

COBRANÇA: O decreto com os va­lores estabeleceu que o vencimento dos preços públicos dos sistemas de água e esgoto, para o mês de referência feve­reiro, será nos dias 8, 9, 10 e 13 de março de 2017 e os débitos automáticos no sistema bancário se­rão efetuados no dia 16.

ILUMINAÇÃO: A diretoria da entida­de comunitária preten­de também questionar o aumento superior a 40% da taxa de iluminação pública, conforme proje­to do Executivo aprova­do na Câmara em sessão extraordinária em de­zembro. O valor passou de R$ 6,90 a R$ 9,90. “A dívida da iluminação pú­blica é da prefeitura com a CPFL e a população não tem nada a ver com isso”, declarou Carlito.