22 de Novembro de 2017 | 07:08:24

16/04/2017 | Política / Política

Deputado federal arrecada R$ 16 milhões em emendas para Hospital de Câncer

Capitão Augusto informa que expectativa é chegar aos R$ 50 milhões

Deputado federal arrecada R$ 16 milhões em emendas para Hospital de Câncer

PRESENÇA: Capitão Augusto visitou HC junto ao ministro Ricardo Barros
Tininho Júnior

Ampliar foto

O deputado federal Capitão Augusto (PR) confirmou arrecadação de R$ 16 milhões junto a outros parlamentares para destinar o  Hospital de Câncer. Os valores empenhados para 2018 fazem parte do orçamento impositivo que obriga os deputados aplicarem metade das suas emendas individuais em saúde. Capitão Augusto disse que está conversando pessoalmente com cada parlamentar inclusive os de Estados que mandam pacientes com frequência para o hospital. “Conheci o HC e começamos esse trabalho de arrecadação porque alguns colegas ainda não destinam suas emendas talvez até por desconhecimento”, comentou.

“Me prontifiquei a fazer esse corpo a corpo e logo na primeira semana tive a grata surpresa de conseguir R$ 16 milhões para 2018. Conversei apenas com 93 deputados num universo de 513”, acrescentou. A expectativa do deputado é que os valores cheguem a R$ 50 milhões. “Esses Estados recebem atendimento de qualidade e não colaboram diretamente, estou fazendo isso de coração com o maior prazer em saber que estou ajudando um hospital que atende o Brasil inteiro e também outros países”, ponderou.  Segundo Capitão Augusto trata-se de uma filantropia política. “Essa é minha cota na política e continuarei fazendo esse trabalho de forma filantrópica para ajudar cada vez mais”, explicou. Sobre a Santa Casa, o deputado confirmou que já destinou emendas e que está à disposição em Brasília para atender as demandas da nova gestão.

UNIÃO
O orçamento impositivo obriga  o Poder Executivo a executar as emendas parlamentares ao Orçamento até o limite de 1,2% da receita corrente líquida realizada no ano anterior.  Os valores  deverão ser aplicados na saúde, o que inclui o custeio do Sistema Único de Saúde (SUS). Na conta, não estão incluídos gastos de pagamento de pessoal e encargos sociais.