27 de Maio de 2017 | 20:00:33

21/04/2017 | Política / Política

Defensoria questiona aumento de preços no Restaurante Popular

Ação pede exibição de documentos sobre novos valores das refeições

Defensoria questiona aumento de preços no Restaurante Popular

Fábio Esposto, defensor público
Tininho Júnior

Ampliar foto

A Defensoria Pública ajuizou ação para que a prefeitura de Barretos exiba documentos que justifiquem o aumento de preços do Restaurante Popular. O valor da refeição passou de R$ 1 para R$ 3 para cadastrados em programas sociais e de R$ 3 para R$ 6 para a população em geral a partir de 13 de março. Segundo o defensor Fábio Henrique Esposto, a ação foi protocolada após a prefeitura não responder o pedido de informações feito pelo órgão.

“Infelizmente, sequer responderam mais uma vez o ofício, o que obrigou a Defensoria a ajuizar a demanda exibitória para que exibam os decretos que fizeram o reajuste com data de publicação - se é que o reajuste foi feito por decreto como manda a lei, os documentos que embasaram o reajuste em 200% para os cadastrados e documentos que comprovem o número de pessoas que se alimentaram no local nos últimos 6 meses”, explicou Fábio. O processo tramita perante a 2ª Vara Cível de Barretos.

OUTRO LADO: A prefeitura informou, através da assessoria de imprensa, que ainda não foi notificada oficialmente da ação e que “responderá como sempre aos questionamentos que forem feitos”.