27 de Maio de 2017 | 20:15:48

06/05/2017 | Polícia / Polícia

Ex-vereador barretense é preso pela Polícia Civil de Frutal

Advogado de defesa vê prisão de Juninho Leite como arbitrária

Ex-vereador barretense é preso pela Polícia Civil de Frutal

PROCESSO: Juninho Leite teria deixado de comparecer às audiências
Tininho Junior

Ampliar foto

O ex-vereador barretense Juninho Leite foi preso ontem pela Polícia Civil de Frutal e encaminhado para a delegacia daquela cidade. O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo judiciário de Frutal em processo no qual Juninho é réu e que apura disparo de arma de fogo num leilão. Os fatos ocorreram em julho de 2015.  

Segundo o advogado Jailton Rodrigues, que atua na defesa do ex-vereador, a prisão ocorreu na propriedade rural onde Juninho Leite reside. O advogado disse que estranhou a prisão do barretense, citando que o próprio delegado do caso deslocou-se de Frutal para cumprir o mandado judicial.

A decretação da prisão preventiva teria sido motivada pelo fato do ex-vereador não ter comparecido às audiências designadas no processo, mas, segundo o dr. Jailton, seu cliente não foi intimado por estar residindo em outro endereço, diferente do que constava inicialmente nos autos. Também afirmou que o local de residência atual de Juninho Leite foi informado por ele próprio às autoridades. “A gente acredita que possa haver interesses alheios à justiça nesta prisão, ainda mais num caso de suposto disparo de arma de fogo”, declarou o advogado em entrevista por telefone.  O  dr. Jailton classificou a detenção  de Juninho Leite como “arbitrária”, afirmando que foge do normal neste tipo de processo.