24 de Novembro de 2017 | 03:27:35

15/07/2017 | Polícia / Polícia

Assaltantes morrem após atirarem contra policiais durante roubo em Bebedouro

Um policial militar foi baleado, dois suspeitos morreram e dois ficaram presos

Assaltantes morrem após atirarem contra policiais durante roubo em Bebedouro

Gol em que estavam os suspeitos colidiu com um Fox na avenida Quito Stamato
Ronaldo Moura

Ampliar foto


Dois assaltantes morreram e outros dois foram presos após atirarem contra policiais militares, durante roubo em Bebedouro, na noite de quinta - feira.

Um dos policiais chegou a ser atingido em uma das pernas, e foi socorrido ao hospital e não corre risco de morte.

As equipes da Polícia Militar foram acionadas, uma vez que havia um roubo em andamento em uma residência na rua  Coronel Joaquim José de Lima, na área central de Bebedouro.

Nas proximidades do local, os policiais visualizaram um veículo  Gol, cinza de Barretos, o qual uma pessoa indicou que estava sendo ocupado pelos autores do crime. 

Foi realizado o acompanhamento, sendo que  o Gol  ingressou no cruzamento da avenida Quito Stamato,  e não obedeceu a sinalização de parada obrigatória, vindo a colidir  com um veículo Fox que trafegava pela avenida.

Dois policiais da ROCAM se aproximaram para abordagem, acompanhados por uma viatura de Força Tática.

As equipes deram ordem para que os ocupantes do Gol desembarcassem, porém, um dos assaltantes que estava no banco dianteiro como passageiro, abriu a porta e efetuou disparo atingindo na perna esquerda de  um dos policiais da ROCAM que estava na moto. 

Diante disso, os policiais para se defenderem   revidaram ocorrendo  troca de tiros.

A PM resgatou as  quatro pessoas que ocupavam o Fox, as  quais estavam a mercê dos assaltantes.

Logo após a troca de tiros,  percebeu-se que no Gol, estavam quatro suspeitos  todos eles baleados.

O policial militar ferido foi encaminhado ao Pronto – Socorro da cidade de Monte Azul Paulista.

Durante o confronto morreram dois dos criminosos, um deles o que estava no volante do veículo,  identificado como  um entregador de 29 anos  e o outro o pedreiro de 31 anos, que estava no banco dianteiro direito e foi o  autor do primeiro disparo contra o policial.

Os outros dois  estavam no banco de trás, um deles de 19 e outro de 33 anos foram socorridos ao Pronto Socorro Municipal.

Eles foram autuados em flagrante e ficaram presos.

Todos os quatro assaltantes são de Bebedouro, o  sujeito de 33 anos permaneceu internado sob escolta policial, e estava procurado pela Justiça.

Dentro do carro a polícia encontrou  parte do produto do roubo, como também uma outra parte estava em poder dos autores, além de um revólver de calibre 38 sem numeração ou marca aparente municiado com cinco cartuchos intactos e um deflagrado.  

As vítimas da ocorrência de roubo, uma vendedora de 52 anos e uma escrituraria de 24 anos confirmaram que estavam em casa, quando foram surpreendidas pelos assaltantes os quais roubaram delas dinheiro, objetos e bijuterias, entre eles notebook, celulares e relógios.

 

COMANDO
O Capitão PM Flávio Mira D'Arbo comandante da  Polícia Militar em Bebedouro, confirmou que os assaltantes eram violentos e chegaram a agredir as vítimas,   duas mulheres dentro da casa.

“São pessoas agressivas armadas, e a polícia os acompanhou de imediato, por indicação de uma das vítimas que presenciou a saída deles. Na hora da abordagem, ele acabou oferecendo uma reação contra os policiais, desceu atirando atingindo a perna do nosso policial que está internado em observação. Infelizmente para se defender os policiais tiveram que revidar aquela injusta agressão. Dois dos infratores foram a óbito e dois deles que não ofereceram resistência foram presos” disse.


O comandante destacou a importância do “Vizinhança Solidária”, informando que a  atitude de um dos vizinhos, ajudou bastante a polícia, pois, ele ao notar que estava acontecendo  algo errado na casa vizinha,  imediatamente tomou os devidos cuidados e avisou a Polícia Militar ligando no 190. “ Agora nós vamos torcer para o nosso policial receber alta, e vamos continuar com esse trabalho de combate ao roubo, porque a nossa sociedade, não pode ser vítima dessa violência. Nós vamos defender a sociedade de bem,  e combater o crime de roubo  e prender  ladrões. Aqueles que tentarem agredir e atirar contra a polícia, infelizmente teremos  que agir na mesma proporção para nos defender e defender a sociedade” concluiu o Capitão Flávio Mira D'Arbo.