18 de Novembro de 2017 | 19:20:24

16/07/2017 | Especiais / Saúde e Bem Estar

Massoterapia pode ajudar a aliviar sintomas de estresse e ansiedade

Professor e profissional da área recomenda prática que não tem restrições

Massoterapia pode ajudar a aliviar sintomas de estresse e ansiedade

SAÚDE E BEM-ESTAR: Thiago Serradella durante aplicação da bambuterapia em paciente
Tininho Junior

Ampliar foto

O professor e profissional de massoterapia, Thiago Serradella, afirmou que esta prática pode ser muito importante para diminuir os sintomas de problemas como ansiedade e depressão. Ele contou que o paciente passa primeiramente por uma avaliação para saber como o trabalho será realizado. A massoterapia reúne recursos como a própria massagem (clássica, shiatsu reflexologia) e terapias específicas, como o gua-sha, moxa, bambuterapia e aromaterapia, que são complementares. O professor do Senac destacou que em alguns pacientes o resultado chega a ser quase imediato.

O Diário: De que forma a massoterapia pode ajudar a aliviar sintomas de ansiedade e depressão?
Thiago Serradella: Na massoterapia, a gente trabalha com diversas técnicas de massagens e terapias. As massagens, em si, têm função de trabalhar o organismo da pessoa, então vai aliviar as tensões, o que causa o estresse e ansiedade. Existem diversas técnicas de massagem. Tanto as técnicas ocidentais, quanto as orientais, podem trabalhar pontos que aliviam o estresse, ansiedade, depressão e diversos outros fatores. E proporciona um relaxamento.

O Diário: Para qual público a massoterapia é indicada?
Thiago Serradella: A massoterapia é aberta para todos os tipos de público. Antes, a pessoa passa por uma avaliação para saber qual técnica é específica para ela. Cada técnica tem sua contraindicação e o massoterapeuta vai indicar qual será aplicada no paciente.

O Diário: Em quanto tempo o paciente pode sentir o resultado da massoterapia?
Thiago Serradella: Percebemos que, através dos atendimentos nossos ao público, em algumas vezes, a partir da primeira sessão a pessoa já começa a ter algumas melhoras. E vai de cada um, dependendo da profundidade do problema e qual é o problema da pessoa, que vai prolongando as sessões até onde a massoterapia conseguir atingir.

O Diário: Com quais outros sintomas a pessoa deve buscar a massoterapia?
Thiago Serradella: Pessoas que buscam desde um relaxamento, tenham dores de um dia a dia ou fatores da tensão nervosa, principalmente na região de pescoço, o mais comum na sociedade. E até problemas físicos, como alguma dor específico, pois vemos pessoas com problemas no nervo ciático. 

O Diário: Quais outros benefícios a massoterapia pode proporcionar ao paciente?
Thiago Serradella: A massoterapia proporciona equilíbrio físico, emocional e energético. Ela vai trabalhar com todo o organismo fisiológico da pessoa, então proporciona todos os benefícios que ela precise. Desde uma prisão de ventre, dor em alguma região, em todos os fatores orgânicos a massoterapia pode ajudar na parte física, além do emocional, como citamos, na ansiedade e outros fatores. Ajuda na parte energética, da medicina tradicional chinesa que busca o equilíbrio energético.

O Diário: Quantas visitas são recomendadas para o paciente ao massoterapeuta?
Thiago Serradella: Normalmente, passamos uma avaliação para o paciente. É difícil indicar quantas sessões são necessárias para aquelas pessoa melhorar. Como trabalhamos com o corpo humano, cada pessoa age de uma maneira. O corpo de cada um trabalha de uma maneira específica.

O Diário: O curso de Massoterapia do Senac abre atendimento ao público?
Thiago Serradella: O curso de Massoterapia tem 1.200 horas e módulos específicos, nos quais há atendimento para o público. O aluno tem o módulo de atendimento com massagens ocidentais, depois orientais e um módulo em que eles trabalham as duas técnicas juntas.

O Diário: Quem pode realizar os cursos do Senac voltados para esta área?
Thiago Serradella: Além do curso de Massoterapia, um curso técnico, o Senac abre também os cursos livres. Eles têm menor duração, alguns com público específico e outros aberto a todos que sejam maiores de 18 anos e ensino médio completo. O curso de Bambuterapia, que vamos abrir, tem alguns pré-requisitos, a pessoa precisa ter ou estar cursando em Estética ou Massoterapia, pois os cursos são curtos e precisam do conhecimento prévio para aprender a técnica.