17 de Outubro de 2017 | 11:14:50

17/09/2017 | Especiais / Saúde e Bem Estar

Campanha de multivacinação de crianças e adolescentes continua até 22 de setembro

Coordenadora destaca importância de imunização de meninas e meninos contra HPV

Campanha de multivacinação de crianças e adolescentes continua até 22 de setembro

PREVENÇÃO: Enfermeira Vanessa Jodas Nunes explicou sobre a campanha de vacinação contra várias doenças
Tininho Júnior

Ampliar foto

A campanha para atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes até 14 anos continua até o próximo dia 22. Es­tão disponíveis do­ses contra 18 tipos de doença, entre as quais tuberculose, ro­tavírus, paralisia in­fantil, febre amarela, sarampo e HPV. Em todo o estado, o obje­tivo é colocar em dia a caderneta de vaci­nação de cerca de 9,8 milhões de paulistas que compõem o pú­blico-alvo. Na região de Barretos, formada por 19 cidades, são 91.092 pessoas nesta faixa etária.

No município de Barretos, a enfermei­ra Vanessa Jodas Nu­nes, coordenadora da Vigilância Epidemio­lógica da secretaria de Saúde, informou que todos os postos de saúde têm as va­cinas e os pais devem procurar as unidades apresentando a car­teira de vacinação para a atualização das que estiverem em atraso, de acordo com cada faixa etária, caso seja necessário.

Em situações de perda da caderneta de vacinação, a recomen­dação é de que os pais ou responsáveis com­pareçam ao mesmo posto de saúde onde vacinaram as crianças anteriormente, para que seja possível con­sultar quais doses já foram aplicadas na fi­cha de registro arqui­vada na unidade.

Vanessa destacou a importância dos pais levarem seus filhos aos postos de imu­nização. “Durante a semana a vacinação pode ser feita das 7 às 16 horas para atu­alização das doses necessárias”, expli­cou. A enfermeira ci­tou especificamente o caso de adolescentes de até 14 anos. “Gos­taria de ressaltar a importância do ado­lescente nesta cam­panha para fazer uso da vacina HPV que está há pouco tempo na rede e que neste ano teve a introdução dos meninos, que não eram contemplados”, afirmou. Ela ressaltou também que esta é uma das vacinas com a menor cobertura, girando em torno de 40 a 50% do público­-alvo em Barretos. Em relação aos ado­lescentes, outra vaci­na disponível é con­tra a meningite.

FAIXA ETÁRIA
A vacina contra o HPV é recomendada para meninos na faixa etária de 11 a 13 anos e meninas de 9 a 14 anos, e deve ser feita com duas doses, sen­do aplicada com in­tervalo de seis meses entre elas. Segundo o Ministério da Saúde, a vacina HPV Qua­drivalente é segura, eficaz e é a principal forma de prevenção contra o aparecimen­to do câncer do colo de útero, 4ª maior causa de morte entre as mulheres no Brasil. Nos homens prote­ge contra os cânceres de pênis, orofaringe e ânus. Além disso, previne mais de 98% das verrugas genitais, doença estigmatizan­te e de difícil trata­mento.