14 de Dezembro de 2017 | 18:52:19

11/10/2017 | Política / Política

Justiça eleitoral quer acelerar biometria no estado de São paulo

O objetivo é cadastrar todos os eleitores até 2022

Justiça eleitoral quer acelerar biometria no estado de São paulo

Comparecimento para realizar a biometria em no estado de São Paulo está baixo
Divulgação

Ampliar foto

A justiça eleitoral paulista realiza o cadastramento biométrico para atualizar o cadastro e tornar mais segura a identificação do eleitor na hora do voto. O objetivo é cadastrar todos os eleitores até 2022, entretanto o comparecimento está baixo. Dos quase 32,6 milhões eleitores do Estado de São Paulo, pouco mais de 9 milhões (28,1%) fizeram a biometria.

Para acelerar o ritmo da biometria, os cartórios deram início a uma série de ações, que visam estimular o eleitor a participar do cadastramento e evitar, assim, a formação de filas no futuro e outros transtornos. As iniciativas acontecem fora dos cartórios, em um formato itinerante, e estão direcionadas tanto para a Justiça Eleitoral levar os seus serviços ao eleitor quanto para atraí-lo aos seus locais de atendimento. Para fazer o cadastramento biométrico, o eleitor deve apresentar documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência recente e título eleitoral, se tiver.