14 de Dezembro de 2017 | 16:46:35

30/11/2017 | Polícia / Polícia

Polícia Civil prende estelionatário que tentava aplicar golpe em agência bancária

Autor utilizando documentos falsos conseguia empréstimos visando aquisição de bens

Polícia Civil prende estelionatário que tentava aplicar golpe em agência bancária

Policiais apreenderam documentos falsos e inclusive uma caminhonete avaliada em R$ 80 mil que o indiciado conseguiu financiar
Tininho Júnior

Ampliar foto

Um homem de 67 anos foi detido em flagrante pela Polícia Civil em Barretos, pelos crimes de estelionato e uso de documento falso, na quarta-feira.

Ele foi surpreendido pela equipe do 1º Distrito Policial, quando utilizando documentos falsos, tentava abrir uma conta  em uma agência bancária na avenida 25, na área central, para conseguir empréstimos visando aquisição de bens.

O delegado Antonio Alicio Simões Júnior confirmou que foi alertado por uma gerente  do banco, a qual informou que possivelmente o suspeito estaria  fazendo o uso de documento falso e levantando crédito através de limite de cheque especial e também financiando veículo.

“ De posse das cópias dos documentos passamos a fazer a checagem e descobrimos que realmente o documento era falso” disse o delegado.

Os policiais  Silvio e Gerson conseguiram abordar o sujeito pela manhã, quando ele retornou a agência para aumentar o seu limite de cheque especial. Ele quando indagado alegou que se chamava  “Leandro” e apresentou a carteira de identidade falsa. A equipe tinha conhecimento de que o nome dele não era “Leandro”, e chegou a indagá-lo novamente, ele continuou afirmando que se chamava “Leandro”, porém, logo depois ainda na agência confessou que seu nome verdadeiro é “Antonio”.

“Diante disso, de imediato foi dada voz de prisão em flagrante para ele por uso de documento falso, porque ele se identificou falsamente para nós. A pena é de até seis anos de reclusão portanto é inafiançável. Paralelamente a isso nós também confeccionamos o boletim de ocorrência de estelionato, uso de documento falso novamente, falsificação de documento particular e falsificação de documento público” ressaltou.

Os policiais levantaram que o estelionatário abriu  contas em bancos, supermercados e lojas e chegou a fazer o Título de Eleitor e o CPF verdadeiro utilizando nome falso. Foi apreendida em poder dele uma caminhonete Volkswagen Amarok avaliada em R$ 80 mil, que ele conseguiu financiar em uma agência bancária em Barretos.

“ A caminhonete nós conseguimos recuperá-la e vamos amanhã devolver para a vítima. Então foi um trabalho coroado com êxito com a prisão desse senhor” confirmou Alicio.

O delegado disse ainda que o indiciado cursou Direito e  possui quatro passagens pelo crime de estelionato,  além de apropriação indébita e lesão corporal.

“É uma pessoa que estava em Barretos há algum tempo, terminou o curso de Direito e segundo ele foi aprovado no exame da Ordem no último domingo” concluiu.

O estelionatário após a elaboração do flagrante foi encaminhado para a cadeia de Colina, ficando a disposição da Justiça.