18 de Agosto de 2018 | 03:59:17

14/06/2018 | Esporte / Crônica do Esporte

Trocar de técnico resolve?

Por Luis Otavio Martins

O historiador Marco Antonio Villa tornou-se um dos comentaristas políticos mais conhecidos do país, por conta da participação no Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan, e em telejornal da TV Cultura. Crítico veemente da classe política, geralmente apontando os desmandos de A a Z, sem levar em conta partido político ou cargo, o professor Villa tem sofrido nos últimos tempos também com o futebol. Torcedor do Santos Futebol Clube, time que flerta com a zona de rebaixamento do Brasileirão com três vitórias, um empate e seis derrotas, ele foi direto ao expor sua opinião sobre o momento da equipe: “Jair Ventura é boa pessoa, bom técnico, mas não deu liga, então é melhor trocar”.

A opinião do historiador permite inclusive uma analogia com o período eleitoral. Se trocar de técnico irá melhorar a medíocre campanha do Santos em campo  somente o tempo dirá. E então surge uma nova indagação, ligando futebol e política: será que trocar os atuais ocupantes dos cargos públicos será suficiente para resolver os problemas do país? 

Óbvio que cada um tem o direito de dar sua própria resposta. De minha parte, penso que é a única alternativa para ao menos melhorar uma situação caótica, seja na Vila Belmiro ou em todo o Brasil.

Luis Otavio Martins é jornalista