17 de Agosto de 2018 | 02:31:30

08/08/2018 | Cidade / Cidade

Prefeito decreta situação de emergência em razão da estiagem

Vigência é por 150 dias e município adota medidas para evitar desabastecimento

Prefeito decreta situação de emergência em razão da estiagem

Prefeito Guilherme Ávila decretou situação de emergência no município
Tininho Junior

Ampliar foto

O prefeito Guilher­me decretou situação de emergência “em razão da forte estiagem que assola a cidade, a região e todo o Estado de São Paulo neste ano de 2018”, com vigência por 150 dias. O decreto, publicado ontem, estabelece medidas admi­nistrativas “como meio de possibilitar o abaste­cimento de água potável para toda a população barretense”. Uma delas é a utilização do poço pro­fundo de propriedade do Barretos Country Acqua­park Ltda, localizado na via Pedro Vicentini.

Segundo o prefeito, a solicitação para utiliza­ção do poço profundo da empresa foi feita após os proprietários permitirem solidariamente o uso do investimento particular, que aguarda outorga do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral). “O empresário Eduardo Ferreira Leite, um dos proprietários do Barretos Country, não pensou duas vezes antes de permitir que utilizás­semos o poço para servir à cidade, um ato de cida­dania”, afirmou o chefe do Executivo.

Também haverá restri­ção da captação de água à montante do córrego Pitangueiras, mediante a requisição de medidas e providências junto ao Departamento de Água e Energia Elétrica do Esta­do de São Paulo (DAEE).

MOTIVOS
No decreto, o chefe do Executivo citou a escas­sez de chuva no municí­pio apurada nos primei­ros seis meses do ano e que dados da Cooperci­trus Agrícola mostram um índice pluviométri­co de 338 mm, volu­me 45,5% menor que o apurado no mesmo pe­ríodo de 2017. Também argumentou que a cap­tação de água dos re­servatórios subterrâneos “encontra-se prejudicada pela ocorrência de pro­blemas técnicos no bom­beamento de água”. O poção da via das Comiti­vas está atualmente sem utilização para reparos e sem prazo definido para o seu restabelecimento. Este poço tem vazão de 280.000 litros por hora e atende uma popula­ção de aproximadamente 35.000 pessoas. O prefei­to citou também o início da Festa do Peão no pró­ximo dia 16, com a vinda a Barretos de milhares de pessoas sendo necessário garantir o abastecimento de água.