22 de Setembro de 2018 | 16:07:13

15/09/2018 | Política / Política

Projeto altera valores para policiais na Atividade Delegada

Medida abre possibilidade de inscrição para PMs de outras cidades

Projeto altera valores para policiais na Atividade Delegada


Divulgação

Ampliar foto

Projeto do Executivo altera valor da hora trabalhada pelo policial militar na Atividade Delegada. A matéria sugere que o valor passe de 1 UFESP (R$ 25,70) para 1,5 UFESP com base em vencimentos praticados nas cidades de Olímpia, Botucatu, Santa Rita do Passa Quatro e São José dos Campos.

Dessa forma, os valores deixam de ser reajustados pelo índice concedido aos servidores municipais. Segundo o projeto, a alteração visa “prestar o devido reconhecimento ao trabalho do policial militar, incentivando-o a fixar residência no município e valorizá-lo, visto que utiliza das suas horas de folga para se empenhar ao trabalho”. O texto especifica que o emprego de PMs na atividade fica preferencialmente reservado àqueles classificados nas Unidades da PM em Barretos, exceto na ausência de voluntário para o complemento de vagas, quando poderão ser inscritos policiais de outras unidades.

Outra argumentação é que a readequação reduz a despesa total do município de R$ 100 mil mensais para R$ 80 mil/mês que, segundo a Polícia Militar, seria o suficiente para complementar as vagas em Barretos. “Tal readequação busca a crescente  necessidade de contenção dos gastos por parte  do Poder Público, otimizando o empenho orçamentário do município”, diz trecho do projeto. A proposta tramita nas comissões de Justiça e Redação e Finanças, Orçamento e Contas.