15 de Outubro de 2018 | 12:16:46

20/09/2018 | Política / Política

Secretário quer diálogo para viabilizar Fatec provisória em Barretos

Ricardo Alexandre Bocalon é recepcionado na Etec Raphael Brandão

Secretário quer diálogo para viabilizar Fatec provisória em Barretos

ESCOLA: Secretário Ricardo Bocalon visitou as dependências da Etec acompanhado do diretor Evaldo Guimarães
Janio Munhoz

Ampliar foto

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Ricardo Bocalon, quer diálogo com o Centro Paula Souza para viabilizar a Fatec provisória em Barretos. “Precisamos voltar essa discussão, encontrar um prédio adequado e começar nem que for com apenas um curso”, disse. O secretário prometeu reiniciar o diálogo com  a entidade e o município o quanto antes para viabilizar a demanda em curto espaço de tempo. “É uma determinação do governador Márcio França que estejamos perto das cidades buscando entendimento e o que for melhor para todos”, declarou.

VISITA: O secretário visitou a Etec Cel Raphael Brandão. Na oportunidade, o  diretor Evaldo Guimarães agradeceu a presença e disse que é o momento de conhecer a realidade da escola regional. “Precisamos de melhorias em estrutura e pedidos de novos cursos, mas mostramos uma Etec forte, que representa muito e essa foi a grande importância da visita”, finalizou.

ENSINO: Ricardo Bocalon  confirmou que atualmente a Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) está presente em 330 municípios e disponível para 50 mil alunos. “Em um ano queremos abrir 450 mil vagas para alunos que saem do 3o colegial e garantir que cada um tenha uma vaga na universidade pública”, ressaltou.  Outra novidade é o lançamento de cursos técnicos à distância para alunos cursando o 2o colegial e  com cinco cursos disponíveis. “Quando esse aluno formar terá também um curso técnico e depois ingressa direto na Univesp. Assim daremos perspectivas para esses jovens com ensino de qualidade”, acrescentou.

Segundo o secretário, o governador Márcio França enviou projeto à Assembleia Legislativa que trata sobre a "bolsa permanência", que é auxilio de R$ 300 a 400 reais por mês a principio para alunos de Fatecs com previsão de ser estendido também para alunos de Etecs, com objetivo de evitar evasão escolar. A ideia é que a bolsa ajude a permanência dos alunos nas escolas.