18 de Outubro de 2018 | 02:20:33

14/10/2018 | Opinião / Editorial

Lições de vida e inspiração para todos

Lições para a vida de cada atleta e inspiração para famílias e atletas

A equipe feminina de basquete da APAB obteve um mérito extraordinário na temporada 2018. Ao iniciar o certame da FPB, o time sub-17 sofreu baixa, com grave contusão de sua principal jogadora. Vitória Rodrigues de Almeida teve lesão e agora espera o “tempo de Deus” para retornar às quadras.

A professora Cynthia de Almeida teve que criar novo roteiro, estabelecer outro planejamento e motivar o elenco para vivas estratégias, lapidando talentos e convivendo com altos e baixos emocionais, técnicos e táticos. A aventura foi cercada de surpresas, entre alegrias e tristezas, descobertas e incertezas, vitórias e derrotas. 

A evolução do time no certame, após 16 partidas disputadas, revelou uma alma capaz de sentir e partilhar, com lágrimas de felicidade ou de dor, de perdas e danos, mas acima de tudo cheia de esperança, graça e vontade.

Lais, Gabriellen, Isis, Melisa, Marina, Stephanie, Luara, Isabelle, Giovana e Gi Tarifa formaram – com a orientação da professora Cynthia de Almeida – um plantel em que o esforço interior foi o ponto alto. Em basquete, esporte que altura é importante, crescer por dentro fez toda a diferença.

Foram 16 jogos, 8 vitórias, 8 derrotas, 24 pontos acumulados, 862 cestas a favor, 801 contra, saldo de 61. Quarto lugar na fase classificatória. O playoff começa dia 24 em confronto com Valinhos.

O time sub-17 teve barreiras e dificuldades, fraquezas e dúvidas, mas cresceu na união e na coragem, na vocação e determinação, treinando e correndo, sem deixar que o medo vencesse, sem temer que o adversário virasse fantasma, sem permitir que a alegria fosse embora.

Lições para a vida de cada atleta e inspiração para famílias e atletas.