23 de Outubro de 2019 | 07:52:06

23 de Outubro de 2019 | 07:52:06

28/10/2018 | Especiais / #ProsperaBrasil

João Doria vota, faz discurso anti-PT e agradece aliados

Tucano disse que não vai celebrar a vitória antes da hora

João Doria vota, faz discurso anti-PT e agradece aliados

Candidato Jõao Doria votou em escola no bairro do Jardins
Luis Adomo / UOL

Ampliar foto

O candidato a governador pelo PSDB, João Doria, votou na manhã deste domingo, na Escola Britânica de São Paulo, no bairro Jardins. Ele chegou acompanhado do vice Rodrigo Garcia, senadora eleita Mara Gabrilli e a deputada federal eleita Joice Hasselman. Na coletiva de imprensa, o tucano disse que não vai celebrar a vitória antes da hora e que a melhor pesquisa é da urna eleitoral. “O que vai fazer a diferença são os militantes e apoiadores que defendem João Doria e Jair Bolsonaro, disse.

O candidato agradeceu o empenho de Mara Gabrilli, o vice e coordenador de campanha, Rodrigo Garcia, deputados eleitos, representantes do PSDB, partidos coligados e apoiadores. “Agradeço em especial o Bruno Covas que me deu tranquilidade de sair da prefeitura para disputar a eleição e evitar que a esquerda assuma o governo de São Paulo”, comentou. No discurso anti-PT disse que o motivo de entrar na vida pública é para lutar contra a esquerda e o Partido dos Trabalhadores que, segundo ele, gerou a pior recessão e “assaltou” o dinheiro público. “Não quero mais isso para o meu país, não quero as esquerdas assumidas como o Fernando Haddad nem as que não assumem como o Márcio França que não tem coragem de assumir”, comentou. “Não estou desclassificando o voto da esquerda, apenas pontuando que quero estar ao lado de brasileiros que não são comunistas, socialistas e petistas, meu lado é o Brasil”, finalizou. A coletiva em São Paulo foi acompanhada por Pedro Málaga, repórter do Grupo Monteiro de Barros.