18 de Novembro de 2018 | 23:26:22

08/11/2018 | Política / Política

Advogado defende protagonismo da OAB e continuidade de gestão estadual

Luiz Manoel Gomes Jr. disputa cargo de Conselheiro da entidade de classe

Advogado defende protagonismo da OAB e continuidade de gestão estadual

OPINIÃO: Luiz Manoel Gomes Jr diz que advogados têm dívida de gratidão com Marcos da Costa
Tininho Junior

Ampliar foto

O advogado barretense Luiz Manoel Gomes Jr defende o protagonismo da OAB para que volte a ser uma espécie de ouvidoria geral da sociedade. Ele cita como exemplo, a gestão do ex-presidente João Bosco Alves, que deu voz e relevância à entidade, sendo um modelo de administração e atuação. “Fez a diferença em sua gestão e chegou a ser questionado pela forma ampla como a OAB era ouvida nos diversos assuntos que envolviam o município”, disse. Segundo o advogado, há uma preocupação extrema em relação ao verdadeiro papel da OAB que vai além da classe dos advogados. “Não é uma entidade unicamente de classe, mas perdeu o protagonismo local, precisa ter repercussão na sociedade, sendo inaceitável a sua omissão em momentos decisivos”, observou.

O barretense defende a reeleição de Marcos da Costa, no âmbito estadual e considera a administração como vitoriosa. “Toda a classe tem uma dívida de gratidão, ele fez sacrifício pessoal pela OAB e conseguiu valorizar e reestruturar a advocacia”, comentou. Em sua opinião, não é saudável ou positivo a troca de gestão apenas por trocar. “Se quiser mudar porque não funciona eu concordo, mas não é o caso. Aliás se é favorável pela mudança em São Paulo tem que ser em todos os níveis, inclusive em Barretos”, argumentou. Em termos de política, Luiz Manoel tem resistência quanto à reeleição, mas em se tratando de entidade de classe, considera que são os membros que devem decidir, especialmente por não ter remuneração, apenas pela vontade de servir aos demais advogados e à sociedade. “Nos últimos 6 anos do mandato do Marcos da Costa houve um aperfeiçoamento nítido da OAB e por isso ele deve continuar”, concluiu.

CONSELHO: O barretense disputa o cargo de Conselheiro na chapa 12 e tem propostas para garantir a valorização e protagonismo da OAB. Uma delas é a criação de uma Comissão de Constitucionalidade e Legalidade em que qualquer cidadão, especialmente os advogados, possam representar contra atos inconstitucionais ou ilegais em seu município. Dessa forma, a Ordem voltaria a ser uma ouvidoria geral de toda a sociedade. Outro aspecto é que todos os processos internos passem a tramitar na forma digital, a exemplo do Poder Judiciário. “A OAB tem que ser uma representante dos profissionais da advocacia, mas sem perder o seu papel de destaque que lhe foi concedido pela Constituição Federal, devendo sempre ocupar o centro de todas as discussões que tenham relevância”, ponderou. Em Barretos, Luiz Manoel apoia a chapa de César Salvi na presidência e Ana Carolina Gomes, como vice.