25 de Agosto de 2019 | 15:18:50

25 de Agosto de 2019 | 15:18:50

29/01/2019 | Especiais / Agronegócio

Gastos com alimentação permanecem inalterados em São Paulo

Dados são do Instituto de Economia Agrícola em São Paulo

Gastos com alimentação permanecem inalterados em São Paulo

NÚMEROS: Ovos fecharam o último mês do ano em alta de 3,5%
Divulgação

Ampliar foto

Em dezembro, o  índice da cesta de mercado total, calculado pelo Instituto de Economia Agrícola em São Paulo, aponta que não houve alteração nos gastos com alimentação. Separados por grupos, os produtos de origem animal sofreram queda de 0,13%. As carnes bovina e de frango apresentaram variação positiva de 0,86% e 4,22%, respectivamente, trajetória inversa à da carne suína que caiu 2,3%. Os produtos lácteos registraram a queda mais significativa deste levantamento (-2,25%), enquanto os ovos fecharam o último mês do ano em alta de 3,5%.

Os alimentos de origem vegetal, apresentaram a mesma variação, com sinal invertido (+0,13%). Entre as hortaliças, a batata merece destaque com o aumento mensal de 14,2%. Nas frutas, foram verificados acréscimos e quedas: o abacaxi, produto mais escasso no mercado, teve aumento de 13,11%, enquanto a manga, que está em safra, marcou redução de 8,01% nos preços médios. Entre os básicos, observa-se que a variação de preços do feijão, em dezembro, pressionou o dispêndio familiar com um reajuste de 4,51%; em contrapartida, produtos importantes da cesta apresentaram queda, como, óleo de soja e o açúcar. O pão francês com redução de 2,95%, foi preponderante para o fechamento de -0,3% do grupo de produtos básicos.