25 de Abril de 2019 | 05:48:40

25 de Abril de 2019 | 05:48:40

09/02/2019 | Esporte / Crônica

Amor pelo pai está acima da paixão pelo clube

Por Luis Nascimento

Eu assisti a uma reportagem na segunda–feira, no Globo Esporte, da TV Globo, que emo­cionou inclusive o apresentador do programa Ivan Moré, que perdeu o pai recentemente e revelou que torce pelo Corinthians. A matéria do jornalista Renato Peters falou sobre um tor­cedor do Corinthians que colocou o amor pelo pai acima da paixão pelo time do coração. O pai do jovem é palmeirense e há três anos des­cobriu um câncer de próstata. A doença com o tratamento e após duas cirurgias atualmente está controlada. O filho então decidiu ficar ao máximo de tempo junto com o pai, vivendo todos os momentos possíveis ao lado do geni­tor. Ele vestiu a camisa do Palmeiras e foi com o pai, assistir o jogo Palmeiras e Corinthians no sábado, no Allianz Parque. Quando per­guntado pelo jornalista para quem iria torcer. O jovem disse, “a minha percepção de futebol mudou muito, então a alegria do meu pai está acima da minha, eu torço pelo meu pai”.

O rapaz não deixou de ser corintiano, mas aci­ma do amor pelo Corinthians está o amor dele pelo pai, é isso que é importante. Eu infeliz­mente perdi o meu pai, que como já disse neste mesmo espaço era palmeirense e me ensinou a amar o futebol. Meu pai respeitou a minha es­colha quando resolvi torcer pelo Corinthians. Assistindo àquela reportagem não teve como não me lembrar dele, e daqueles momentos que passamos juntos assistindo os jogos pela televisão. Então amigo você que ainda tem o seu pai, faça como o Eduardo, o jovem co­rintiano, procure aproveitar esses momentos, porque depois só nos restam as lembranças e a saudade.

Luis Nascimento é cronista