20 de Abril de 2019 | 15:40:48

20 de Abril de 2019 | 15:40:48

20/03/2019 | Polícia / Polícia

Três pessoas são detidas pela PM por tráfico de entorpecente

Cão farejador da PM encontrou parte da droga escondida no quintal

Três pessoas são detidas pela PM por  tráfico de  entorpecente

Entorpecentes com o dinheiro e material apreendido foram apresentados no Plantão Policial
divulgação

Ampliar foto

Uma desempregada de 23 anos, jardineiro de 26 anos e um adolescente de 17 anos, foram  detidos pela Polícia Militar, pelo crime de tráfico de entorpecente em Barretos.

A equipe ROCAM através dos cabos Rodrigo e Wladimir recebeu a denúncia de que a autora,  que teria deixado a cadeia recentemente, estaria praticando o crime, na companhia de dois indivíduos, na residência dela em frente uma creche,  na rua Primavera, no bairro Santa Isabel. 

Diante disso, os policiais com apoio o tenente Vilela e  cabo Anderson com o cão “Héctor” foram averiguar.

O imóvel estava com o portão aberto, e os suspeitos foram  todos surpreendidos na sala. A mulher dispensou pela janela,  8 eppendorfs contendo cocaína com o peso de 14g.

O adolescente jogou atrás do sofá, 9 eppendorfs de cocaína com o peso de 16g e a quantia de R$ 340,00.

O jardineiro por sua vez, portava   R$ 250,00  e  6 microtubos de cocaína com o peso de 11g.

O cão “Héctor” encontrou no corredor fora do imóvel, estojo de pano contendo 37 eppendorfs de cocaína com o peso de 74g  e nos fundos em meio à vegetação paralela a cerca  mais  70 eppendorfs de cocaína com o peso de 134g.

No quarto da autora, embaixo da cama,  a PM localizou  aproximadamente 10g de maconha,  e na sala o celular. No total foram apreendidos 130 eppendorfs de cocaína com o peso de 249g, 10 g de maconha e R$ 590,00.

O caso foi apresentado ao Plantão Policial,  o delegado César Aparecido Martins ratificou a voz de prisão contra a desempregada e o jardineiro, determinando ao escrivão Luiz Fabiano Mendonça a elaboração do flagrante.

Eles  foram recolhidos à cadeia e permaneceram  a disposição da Justiça e seriam apresentados em audiência de custódia.

O adolescente foi apreendido e colocado em cela separada para ser apresentado ao Promotor da Infância e da Juventude.