18 de Junho de 2019 | 14:35:48

18 de Junho de 2019 | 14:35:48

20/03/2019 | Política / Política

Prefeito diz que retorno poderia ser prejudicial para investigações

Prefeito diz que retorno poderia ser prejudicial para investigações

O prefeito de Barretos, Guilherme Ávila
Tininho Junior

Ampliar foto

O prefeito Guilherme Ávila disse que o retorno dos efetivos poderia ser prejudicial para as investigações na esfera administrativa, da Polícia Civil e Gaeco. Segundo ele, após orientação do jurídico, tomou como embasamento a lei de improbidade. “Haveria a necessidade e a possibilidade de manter os funcionários afastados até o fim da sindicância”, comentou.

O chefe do Executivo confirmou que as comissões não conseguiram  concluir os trabalhos em 60 dias e  por isso optou pelo prazo indeterminado. Declarou que os efetivos não foram avisados anteriormente porque não foram encontrados ou dificultaram a notificação. “Alguns não atendiam a campainha, telefone e mensagens em horários e dias alternados. Agora estão todos  notificados e devem aguardar o final do processo de sindicância”, informou.