20 de Abril de 2019 | 15:37:56

20 de Abril de 2019 | 15:37:56

21/03/2019 | Política / Política

Vereadores ouvem pai e tio de secretária na CPI dos Contratos

Comissão pede esclarecimentos sobre serviços de caminhão prestados à prefeitura

Vereadores ouvem pai e tio de secretária na CPI dos Contratos

DEPOIMENTO: Testemunhas relacionadas ao contrato foram ouvidas e deverão apresentar novos documentos à CPI
Jânio Munhoz

Ampliar foto

Vereadores ouviram familiares da secretária de Finanças, Viviane Gonçalves Costa, na CPI dos Contratos. Denúncia apresentada na Câmara, sugere a investigação da licitação carta-convite em que a empresa fornecedora de caminhão munck, de propriedade do tio da secretária, teria vencido. Já o pai prestou esclarecimentos porque é o responsável por dirigir o veículo. Ambos informaram que não existe qualquer ilegalidade no contrato de 2017, mas se comprometeram a apresentar documentos solicitados pela CPI.

O secretário de Ordem Pública,  Cláudio Muroni,  declarou que o contrato é anterior à sua gestão e que o veículo é utilizado para conserto de semáforos, placas aéreas e está disponível para secretarias de Obras e Meio Ambiente. O ex-secretário André Freitas que não estava convocado, informou que  não houve falha nem irregularidade no contrato.

Outros participantes da licitação prestaram esclarecimentos e todos  foram ouvidos na qualidade de testemunha. “Queremos um relatório das atividades realizadas por eles e pedimos notas do abastecimento do veículo porque o contrato constava que seria de responsabilidade da empresa”, disse a vereadora Paula Lemos. Amanhã a CPI ouvirá novas testemunhas sobre outros contratos alvo de denúncia.