23 de Maio de 2019 | 07:05:56

23 de Maio de 2019 | 07:05:56

14/05/2019 | Política / Política

Instituto Federal adere à paralisação contra bloqueio de verbas na educação

Instituto Federal adere à paralisação contra bloqueio de verbas na educação

MANIFESTAÇÃO: Diretora Juliana Pimenta confirmou paralisação da unidade amanhã
Tininho Júnior

Ampliar foto

Servidores do Instituto Federal em Barretos aderiram à paralisação nacional contra o bloqueio de verbas proposto pelo Governo Federal. A mobilização em todo o país está marcada para amanhã com manifesto de sindicatos e entidades ligadas à educação. Em Barretos, estão previstas caminhada do campus até a área central e atividades culturais. A diretora geral Juliana Pimenta informou que a paralisação teve aprovação unânime dos servidores e, posteriormente, envolvimento dos alunos.

Segundo ela, o bloqueio de verbas de 30% é uma das pautas estabelecidas no calendário de luta contra os cortes na educação. “Essa medida vai impactar diretamente no custeio das instituições e queremos apresentar para a comunidade  o trabalho realizado e que será prejudicado caso o bloqueio se mantenha”, disse. No início de maio, o Ministério da Educação comandado por Abraham Weintraub informou que vai cortar recursos de todas as áreas da educação pública federal. Os cortes atingem desde a educação básica, as universidades e Institutos Federais.

DIÁLOGO: A diretora acredita que a mobilização de reitores em Brasília deverá resultar em um diálogo com o Governo Federal. Os representantes da educação estão inclusive visitando gabinete de deputados federais solicitando apoio. “Se concretizar, teremos que deixar de ofertar alguns serviços e projetos de pesquisa, ensino e extensão em andamento”, disse Juliana. A diretora explicou que o corte incidirá nas despesas de manutenção do campus. “Se não reorganizarmos não chegaremos até dezembro com as contas em dia”, finalizou.