19 de Setembro de 2019 | 07:56:51

19 de Setembro de 2019 | 07:56:51

24/05/2019 | Política / Política

Pras Ruas Já Barretos adere manifesto em apoio a Bolsonaro

Movimento organizado em todo o país acontece dia 26 de maio

 Pras Ruas Já Barretos adere  manifesto em apoio a Bolsonaro

ATUAÇÃO: Sérgio Rondini e Marcelo Jamal Pereira coordenam o movimento em Barretos
O Diário

Ampliar foto

O Movimento Pras Ruas Já Barretos confirmou participação em manifesto no dia 26 de maio, das 15 às 16 horas, em frente à Catedral Divino Espírito Santo. O  objetivo é  apoiar o presidente Jair Bolsonaro, Reforma Administrativa, Reforma da Previdência e pacote anti-crime proposto pelo ministro Moro. Sérgio Rondini, um dos coordenadores, acredita que os brasileiros devem se unir em apoio ao presidente. “Ele precisa aprovar essas pautas no Congresso, alguns deputados estão travando por não conseguirem os conchavos políticos”, disse.

“Está na hora do Brasil arrumar a casa, essas medidas precisam de aprovação e a população tem que pressionar para que isso aconteça”, acrescentou. Segundo ele, os barretenses estão convidados a participarem de ato pacífico acompanhando o que deve acontecer em todo o país. “Quem tiver o mesmo pensamento de apoiar o presidente e essas medidas está convidado a manifestar conosco”, observou.

O empresário Marcelo Jamal Pereira, que também integra o grupo, lembrou que o objetivo é participar de todos os manifestos importantes. “As instituições brasileiras devem funcionar e não estão da forma como deveriam. O Executivo foi eleito para executar suas propostas e está sendo travado”, opinou.

Em sua análise, os 13 milhões  de desempregados precisam de uma economia robusta. “Para voltar a crescer, o Brasil necessita dessas reformas amparadas por uma equipe que está lá para trabalhar e o Congresso não deixa. As pessoas acham que virou brincadeira, mas temos que ter responsabilidade com o Brasil”, finalizou. Os coordenadores confirmaram apoio da Polícia Militar, Samu e outras instituições para garantir a segurança dos manifestantes.