19 de Setembro de 2019 | 08:00:38

19 de Setembro de 2019 | 08:00:38

26/05/2019 | Política / Política

Prefeitura verifica holerites de 2017 para enviar ao Gaeco

Tribunal de Contas fez alerta para Câmara sobre possíveis irregularidades

 Prefeitura verifica holerites de 2017 para enviar ao Gaeco

INVESTIGAÇÃO :Comissões na prefeitura ainda analisam situação de 67 servidores efetivos
Tininho Junior

Ampliar foto

O prefeito Guilherme Ávila confirmou levantamento de informações sobre holerites de servidores com possíveis inconsistências no ano de 2017. A verificação será entregue ao Gaeco após o Tribunal de Contas alertar a  Câmara de que alguns pagamentos podem ter sido efetuados de forma irregular. “Estamos fazendo o levantamento de 2017 mesmo com pequenas divergências de valores para que o Gaeco faça as apurações pertinentes”,disse.

Segundo o prefeito, os dados de 2017 serão também comparados com os arquivos enviados pelo banco. O chefe do Executivo informou ao Grupo de Atuação Especial no final de 2018, todas as divergências de valores que resultaram no afastamento de 113 servidores. “Mostramos os holerites com diferenças de um centavo até R$ 11.500 que resultou na maioria dos afastamentos. Quem teve esse depósito uma ou mais vezes de forma irregular nós afastamos”, disse.

AFASTAMENTOS: Em janeiro, portarias publicadas na imprensa oficial afastaram 113 servidores efetivos. Destes, 45 foram desligados e um reintegrado ao cargo,  após análise das comissões de sindicância.