23 de Setembro de 2019 | 17:18:24

23 de Setembro de 2019 | 17:18:24

08/06/2019 | Especiais / Viagem e Turismo

São Paulo oferece roteiro de vinícolas para visitar durante o inverno

Cidades como São Roque, Amparo e Ituverava reservam surpresas a turistas

São Paulo oferece roteiro de vinícolas para visitar durante o inverno

DEGUSTAÇÃO: Vinícola em São Roque fornece vinho de fabricação própria e massas
Divulgação

Ampliar foto

O Estado de São Paulo oferece diversidade em roteiros para visitar vinícolas durante o inverno. É uma excelente opção para quem deseja fazer viagens mais curtas, aproveitar o clima ameno e degustar vinhos especiais  recém-saídos do barril. Com alguma pesquisa, é possível encontrar roteiros bem diferentes inclusive para passeio de final de semana, aliando bom gosto, gastronomia e paixão por vinhos.
SÃO ROQUE: A Vinícola Góes é conhecida por ser uma das mais tradicionais  de São Paulo e uma das mais conhecidas na rota dos vinhos. Fornece a bebida de fabricação própria, massas e local para passear com as crianças, além de um lago que dá um tom especial à vinícola.

AMPARO: A Vinícola Terrassos fica a 150 km de São Paulo e tem clima ameno durante o ano todo. Ideal para  quem quiser aprender mais sobre o processo de fabricação do vinho,  passeios guiados pela produção de vinho e degustação são oferecidos aos turistas. O tour guiado é feito apenas aos finais de semana.

ESPÍRITO SANTO DO PINHAL: Para conhecer uma grande produção de vinhos, a Vinícola  Guaspari a 190 km de São Paulo, é uma ótima pedida. Trata-se de uma propriedade bem grande com cerca de 50 hectares apenas nos seus parreirais de uva. O passeio é indicado para quem quer conhecer de perto a fabricação do vinho: desde a colheita, manejo dos vinhedos, passando pela indústria e pelas caves, e finalizando com a degustação de alguns rótulos.

ITUVERAVA: A Vinícola Marchese Di Ivrea é uma excelente alternativa para quem mora na região de Ribeirão Preto. É uma pequena propriedade com um ambiente simples e acolhedor com sistema de visitação, que inclui passeios entre os parreirais de uvas viníferas (e também nas uvas de mesa), visita à área de vinificação, alambique de grappa e degustação harmonizada dos rótulos produzidos no local