20 de Julho de 2019 | 13:43:15

20 de Julho de 2019 | 13:43:15

22/06/2019 | Polícia / Polícia

Polícia Militar detém casal e apreende mais de 2 kg de crack

Polícia Militar detém casal e apreende mais de 2 kg de crack

TRÁFICO: Policiais apreenderam mais de 2 kg de crack, material relacionado à venda de drogas, dinheiro e cheques
Divulgação

Ampliar foto

A Polícia Militar deteve na noite quarta-feira (19), um homem de 47  e a esposa de 42 anos e apreendeu  2 kg e 122g de crack em um mercado nas proximidades do bairro Pimenta.  Segundo informações da polícia, o  homem é apontado como o maior traficante de crack de Barretos. Ele e a mulher são acusados de estarem praticando o tráfico de drogas e associação para o tráfico, usarem  um mercado na rua 06 de fachada para comercialização da droga e lavagem de dinheiro. A prisão dos indiciados foi realizada durante uma operação das equipes de Força Tática através do sargento Uewerton, soldados Garcia e Vieira, e de Canil cabos Fábio e Rogério com os cães “Dag” e “Luma” e o Tático Comando – tenentes Rodrigo Luiz, Luiz Neto e cabos Sant’Ana e Diógenes. O sargento Uewerton e o soldado Garcia informaram que havia várias denúncias de que o traficante, conhecido nos meios policiais, e a mulher utilizavam o estabelecimento para venda e armazenamento de grande quantidade de crack.  Enquanto ele cuidava da distribuição, ela ficava encarregada da contabilidade proveniente da venda das drogas e do dinheiro.

Na quarta-feira (19), houve nova denúncia de que os indiciados estariam negociando uma grande quantidade de crack . Diante disso, foi realizada a operação, os policiais entraram no mercado e detiveram o casal. Consta que havia outras pessoas no estabelecimento, porém, elas nada de ilícito  portavam e foram liberadas. Durante as buscas, com apoio dos cães farejadores foram encontrados dois tijolos de crack com o peso de 1 kg e 931g dentro de uma caixa de papelão que continha sacos de café, estratégia utilizada para dificultar o encontro da droga pelos cães. O homem assumiu a propriedade da droga e indicou outros 200g do mesmo entorpecente em uma prateleira atrás dos molhos de tomate. A Polícia encontrou debaixo do caixa operado pela mulher, vários cadernos com anotações (possivelmente com contabilidade de venda de drogas) e grande quantidade de dinheiro e cheques que somados chegam a aproximadamente R$ 50 mil e celulares. O caso foi apresentado ao Plantão Policial onde o delegado Rodrigo Souza Ferreira ratificou a voz de prisão contra o casal por tráfico, determinou que ambos fossem recolhidos à cadeia e encaminhados ao Fórum, onde durante a audiência de custódia, foi mantida a prisão preventiva.