16 de Julho de 2019 | 05:27:34

16 de Julho de 2019 | 05:27:34

09/07/2019 | Especiais / Agronegócio

Governo paulista e mais sete estados discutem vacinação confra aftosa

Previsão é concluir em dezembro todos os encaminhamentos definidos em reunião

Governo paulista e mais sete estados discutem vacinação confra aftosa

EXPERIÊNCIA: Retirada da vacinação contra aftosa é tema de estudo dos estados brasileiros
Governo do Estado

Ampliar foto

O Governo do Estado de São Paulo recebeu representantes de oito governos estaduais para trocar experiências e traçar metas para a retirada da vacinação contra febre aftosa no Brasil. Os oito Estados mais o Distrito Federal compõem o Bloco IV e discutiram em sua 2ª Reunião ordinária meios de implementar as ações exigidas no cronograma, que prevê o fim da vacinação até 2023. O encontro organizado pela Coordenadoria de Defesa Agropecuária reuniu o bloco formado por São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe, Tocantins, Minas Gerais, Distrito Federal e Espírito Santo para avaliar o desenvolvimento das ações previstas no Plano Estratégico de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa.

Após esse diagnóstico do andamento das ações em cada Estado e no Distrito Federal, os representantes firmaram objetivos importantes como reafirmar os compromissos com o Plano, em especial com a conclusão das ações nos prazos previstos pelas equipes gestoras estaduais; criar a Comissão de Coordenação dos Estados do Bloco, com a participação da Confederação Nacional da Agricultura, um representante do setor produtivo e um do serviço oficial de cada unidade da Federação.

Ficou definido ainda que  será realizada reunião para avaliação da execução do Plano Estratégico Pnefa 2017-2026; em outubro deste ano será feita outra reunião, desta vez para acompanhamento pela Comissão de Coordenação dos Estados para gestão regional do Plano. A previsão é que em dezembro sejam concluídos todos os encaminhamentos definidos na primeira reunião do Bloco. A próxima Reunião Ordinária deve ser realizada em abril de 2020.