13 de Outubro de 2019 | 22:27:33

13 de Outubro de 2019 | 22:27:33

17/07/2019 | Política / Política

Parlamentares dizem que prefeito não pode jogar responsabilidade na Câmara

Parlamentares dizem que prefeito não pode jogar responsabilidade na Câmara

Câmara Municipal de Barretos
Tininho Júnior

Ampliar foto

Os vereadores Luiz Umberto Sarti (PTB) e Paulo Correa (PL) avaliam que o prefeito Guilherme Ávila não pode jogar na Câmara a responsabilidade  da área comercial. Sarti ponderou que o Legislativo  não tem forças para determinar que o prefeito execute obras no local. “Às vezes o prefeito está enrolando e quer transferir para a Câmara a responsabilidade de um compromisso feito no passado e não quer cumprir”, comentou.

“Existem verbas no orçamento para paisagismo e manutenção, mas a Câmara não tem poder de forçar nenhuma execução”, acrescentou. Já Paulo Correa ponderou que é poder discricionário do Executivo fazer a reforma e criticou possível compromisso do chefe do Executivo com os empresários. “Deve ter assumido e não pode jogar em cima da Câmara, ele tem que ter a responsabilidade do compromisso e os empresários devem cobrar o prefeito e não a Câmara”, disse.

“A execução da obra não passa por nós, agora jogar nos vereadores essa responsabilidade, não”, opinou.