17 de Setembro de 2019 | 03:52:36

17 de Setembro de 2019 | 03:52:36

02/08/2019 | Opinião / Editorial

Verba de 7,3 milhões para hospital

A segunda fase de obras do novo Hospital Estadual de Bebedouro vai receber investimentos de R$ 7,3 milhões. O anuncio foi feito pelo governador João Doria e pelo Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

As obras da nova etapa podem começar no próximo trimestre, com a instalação das redes elétrica e hidráulica, instalação de ar condicionado, pintura e acabamentos.

O prefeito Fernando Galvão fez articulação política e social para envolver doações da iniciativa privada, recursos comunitários, do município e do governo estadual. Até o momento, o investimento hospitalar foi de R$ 42 milhões para execução de 67% das obras, com conclusão prevista até o final do primeiro semestre de 2020. O governador paulista foi a Bebedouro e confirmou que o governo está destinando "recursos para a finalização das obras e os equipamentos deste hospital, que, se tudo correr bem, será entregue em julho do ano que vem”, disse à imprensa.

A unidade contará com 133 leitos, incluindo 20 de UTI adulto, além de quatro salas cirúrgicas e um Centro de Diagnóstico para realização de exames de imagem. Os serviços serão distribuídos em seis pavimentos, incluindo um berçário com 34 leitos e oferta de atendimento em 17 especialidades médicas: Clínica Médica, Pediátrica, Obstetrícia, Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Vascular, Cirurgia Buco-Maxilofacial, Ginecologia, Gastroenterologia, Urologia, Ortopedia, Neurologia, Pneumologia, Infectologia e Radiologia.

O Hospital Estadual de Bebedouro será unidade de saúde referenciada, com atendimento de casos de urgência e emergência encaminhados por outras unidades de saúde ou por serviços pré-hospitalares, como Samu e Resgate.