23 de Setembro de 2019 | 10:46:19

23 de Setembro de 2019 | 10:46:19

14/08/2019 | Opinião / Editorial

Tolerância zero segurança dez

O gargalo histórico tem sido a avenida 43

O planejamento estratégico da PM para o período da Festa do Peão 2019 tem por conceito o lema "tolerância zero".  O objetivo maior é assegurar "segurança dez", com trânsito disciplinado, em ordem e sem vítimas. Mais do que o velho e manjado mecanismo para "assegurar êxito para a fábrica de multas",  a atividade policial deve ser norteada por operacionalidade, coordenação e presença. Nada é mais eficiente do que ação de inteligência, com efetivo em campo e sinalização precisa e clara.

O gargalo histórico tem sido a avenida 43. Mas até mesmo a tradicional via de acesso e saída vem passando por novos cenários.  A demolição do prédio da esquina com a 32 encerra ciclo histórico.  Não se esquece o passado tanto quanto se sonha com o futuro. As paredes do prédio caíram e nova arquitetura vai nascer. A dor que provoca também chama para a esperança.

O mesmo vale dizer para a segurança durante a Festa do Peão. As medidas preventivas e assertivas devem atender tanto o morador quanto o visitante, garantindo tranquilidade para barretenses e turistas.  Tolerância zero é gesto de atenção e não de punição. Tolerância zero é compromisso de atuação e não de confusão.

Todo acidente de trânsito custa caro. Pelos danos materiais de um lado, pelos sofrimento e dores pessoais de outro. Sem citar valores por danos e despesas geradas, a cifra de lesão corporal culposa por acidente de trânsito no primeiro semestre acumulou 219 vítimas.

Festa começa com o compromisso de tolerância zero e segurança dez no trânsito.