23 de Setembro de 2019 | 10:48:51

23 de Setembro de 2019 | 10:48:51

18/08/2019 | Opinião / Editorial

Linguagem da política e da democracia

TSE disponibilizou informações sobre o Glossário Eleitoral brasileiro. O material esclarecer o significado da expressão "fósforo" para a Justiça Eleitoral.

- Fósforo era a pessoa que votava no lugar de um eleitor, ou seja, um impostor.

A origem possível do vocábulo decorreria da semelhança da urna de madeira com uma caixa de fósforos e, nesse sentido, o fósforo se dispunha a riscar, isto é, a votar em qualquer urna.

Glossário conceitua votação paralela, procedimento realizado simultaneamente à eleição para auditoria de verificação, por amostragem, do funcionamento das urnas eletrônicas de seções eleitorais sorteadas no dia anterior. As cédulas de votação paralela são preenchidas por representantes dos partidos políticos e coligações e, posteriormente, os votos são digitados na urna eletrônica e em um terminal auxiliar para a checagem da regularidade do processo de votação. Abuso de autoridade é o ato de autoridade que embora competente para praticar o ato, excede os limites de suas atribuições ou o pratica com fins diversos dos objetivados pela lei ou exigidos pelo interesse público.

O material do TSE explicou sobre curral eleitoral, boqueiro, fuleiro, voto australiano, voto cantado e voto colorido.  O conjunto de expressões fortalece a tese da importância do diálogo político, o fortalecimento das instituições democráticas, atenção plena contra a corrupção e o autoritarismo.

Contra a soberba, humidade. Contra a avareza, liberalidade. Contra a luxúria, castidade. Contra a ira, paciência. Contra a gula, temperança. Contra a inveja, caridade. Contra a preguiça, diligência. Virtudes para a vida e para a política.