23 de Setembro de 2019 | 15:05:07

23 de Setembro de 2019 | 15:05:07

22/08/2019 | Política / Política

Comissão da OAB acompanha assuntos parlamentares em Barretos

Objetivo é observar sessões, audiências e CPIs na Câmara Municipal

Comissão da OAB acompanha assuntos parlamentares em Barretos

OAB: Gabriel Henrique Pereira integra a Comissão de Assuntos Parlamentares
Tininho Junior

Ampliar foto

A OAB Barretos criou nesta gestão a Comissão de Assuntos Parlamentares para acompanhar os andamentos do Legislativo. Os advogados Gabriel Henrique Pereira e Jorge Augusto Morais da Silva  têm observado as sessões ordinárias, audiências públicas e CPIs na  Câmara. Segundo Gabriel, a Comissão surgiu da necessidade  de prestar auxílio à comunidade barretense. “Precisamos que a população também acompanhe as decisões tomadas na Câmara, porque interferem diretamente na vida das pessoas”, disse. “É preciso lembrar do processo eleitoral  não somente no voto, mas também acompanhando e exigindo dos vereadores a atuação que cabe a eles”, acrescentou.  Posteriormente, a Comissão deverá emitir relatório sobre o trabalho de observação. “Estamos na fase de elaboração e delimitação do nosso tema de atuação, a princípio como observatório político para depois tecer pareceres com objetivo de contribuir com a sociedade”, afirmou. Gabriel destacou a importância da comunidade participar de audiências públicas.

“Através delas o cidadão exerce o direito democrático de estar próximo das decisões políticas, expondo suas expectativas e vontades”, comentou. O advogado considera a Câmara atuante, especialmente pelos resultados das CPIs finalizadas no primeiro semestre de 2019. “Os vereadores atuam para exercerem a dignidade do seu mandato  e as pessoas têm procurado a Câmara para apresentarem denúncias”, ressaltou. Segundo Gabriel, o pedido de cassação do prefeito Guilherme Ávila deveria ter sido admitido, para dar ao chefe do Executivo a possibilidade de esclarecimentos. “Seria um bom momento para apaziguar os ânimos, poderia expor de uma vez por todas suas explicações e tomar as medidas cabíveis”, considerou. O representante da OAB destacou a importância de se aproveitar o otimismo da Festa do Peão para pensar Barretos como município com potecial  de desenvolvimento. “É preciso um projeto e um planejamento de cidade e não pensar Barretos apenas um mês ou 10 dias”, finalizou.