23 de Outubro de 2019 | 07:25:09

23 de Outubro de 2019 | 07:25:09

10/09/2019 | Opinião / Crônica do Dia

Ela, Elis e Ella

Por Luiz Antonio Monteiro

Maria Rita Camargo Mariano completou 42 anos dia 9 de setembro. Fui assistir o "show de aniversário" em São Paulo. Voz e Piano. A filha de Elis Regina e César Camargo Mariano, mãe de Alice e Antônio. A cantora entrou um tanto tensa no palco, dizendo "boa noite". E mostrou porque "o samba em mim". O seu recado final foi "não deixa o samba morrer", a capela. O show foi quase perfeito. Quase porque cantar "Asa Branca" pela metade é depenar a canção imortal de Luiz Gonzaga. Ou canta inteira ou não canta.  Uma pena. Mas para compensar,  cantou Grito de Alerta de Gonzaguinha e deixou todo mundo sangrando de emoção. Lindo. Maria Rita falou da influência musical de Ella Fitzgerald  e sua mãe, lembrando que ficou órfão com 4 anos. Fui ver Maria Rita. Canta o meu coração

Alegria voltou tão feliz a manhã. Saí contente: Quaquaraquaquá, quem riu,

Quaquaraquaquá, fui eu. Maria Rita fez aniversário e deu um show. A cantora deu um presente lembrando Tom. A sua imagem nunca é uma "inútil paisagem". Felicidade. Paz e bem.