14 de Outubro de 2019 | 20:11:25

14 de Outubro de 2019 | 20:11:25

21/09/2019 | Especiais / Viagem e Turismo

Turismo no interior de São Paulo oferece cachoeiras e passeio histórico

Cidade de Torrinha faz parte do Circuito Serra do Itaqueri, na região central do estado

Turismo no interior de São Paulo oferece cachoeiras e passeio histórico

DESTAQUE: Uma pedra em formato de torre inspirou o nome da cidade de Torrinha
Secretaria Estadual de Turismo

Ampliar foto

A cidade de Torrinha, distante cerca de 260 km de Barretos, oferece roteiro para solteiros, recém-casados, famílias, além de aventureiros e esportistas. Com pouco mais de 10 mil habitantes, o local exibe uma gama variada de cenários para todo tipo de atividade, principalmente para os que desejam fugir do agito das cidades e espairecer todos os sentidos em meio à natureza.

A “Pérola da Serra”, como é conhecida Torrinha, é um MIT (município de interesse turístico), uma das 13 cidades do Circuito Serra do Itaqueri, que é uma região central do interior paulista em que estão, entre outras, Piracicaba, Águas de São Pedro e Itirapina. Todas essas cidades possuem paisagem serrana e repleta de água em todas as direções. São rios, cachoeiras, ribeirões, caminhos na mata e morros a perder de vista em que os praticantes de pesca esportiva, passeios náuticos, caminhada, rapel, cascading, tirolesa, canyoning, camping, mountain bike, motocross, rafting e floating, todos são contemplados.

A cidade ganhou esse nome por causa de uma formação rochosa de cerca de 50 metros de altura sobre uma elevação localizada quase na divisa com Brotas. Esse ponto de referência é avistado a uma enorme distância e fica a sudeste, para quem sai do centro urbano torrinhense. Seu território era passagem e pousada para tropeiros e viajantes no século 17, até que em 1890 a Companhia Paulista de Estradas de Ferro construísse a Estação Santa Maria, que colocou Torrinha na malha ferroviária do estado.

Em termos de gastronomia, Torrinha não fica atrás. A cidade é reconhecida por produzir um dos melhores grãos de café do estado de São Paulo. E o que não falta ao município é tradição. As festas de Santos Reis, em janeiro e os bonecões carnavalescos de fevereiro são atrativos aos visitantes, bem como a produção de artesanato de costura, bordado e crochê. Por tudo isso e um pouco mais, vale a visita. Torrinha surpreende, para muito além das cachoeiras.