14 de Outubro de 2019 | 21:11:10

14 de Outubro de 2019 | 21:11:10

21/09/2019 | Polícia / Polícia

Polícia Militar detém suspeitos e apreende mais de 2 kg de entorpecentes

Um dos presos é apontado como integrante de facção criminosa

Polícia Militar detém suspeitos  e apreende mais de 2 kg de entorpecentes

Equipes da PM apreenderam 2kg e 250 de entorpecentes e material relacionado ao tráfico
divulgação

Ampliar foto

A Polícia Militar deteve cinco pessoas, sendo três homens com idade de 50, 39 e 26 anos e duas adolescentes de 16 e 17 anos e apreendeu 2 kg e 259g de entorpecentes em Barretos, às 22h30 de quinta-feira.

As equipes de  Força Tática através do tático 0 33 – sargento Uewerton, soldados Garcia e Vieira, tático 035 – sargento Roberto, cabos Mattos e Sant’Ana, Canil 870 – cabos Rogério e Fábio com os cães “Luma” e “Dag” durante uma operação de combate ao tráfico na avenida João Batista da Rocha no bairro América, visualizaram um veículo Gol cinza estacionado em frente uma grande construção.

No interior do carro, estava o condutor  de 50 anos, de nome “Samuel” apontado como integrante de uma organização criminosa (PCC)  e um sujeito  identificado pelo nome de “Gabriel” de 39 anos.

Os policiais durante a abordagem conseguiram a informação que  ambos estavam ali para a entrega de  300 g de cocaína para a  esposa de outro integrante da facção criminosa,  que estaria preso.

O entorpecente foi encontrado escondido numa pilha de tijolos próximo ao carro. A informação era  de que “Samuel” e o filho dele agente de segurança de 25 anos estariam comandando o tráfico de drogas em diversos bairros de Barretos, e que armazenavam grande quantidade de entorpecentes em apartamentos nos “predinhos”. 

Ele portava a quantia de R$ 390,00  e  alegou que  a droga que estava em sua posse era somente a cocaína encontrada na  pilha de tijolos.

As equipes conseguiram descobrir que os entorpecentes estariam em um apartamento no condomínio  San Marino no bairro Luís Spina.

No imóvel denunciado residem  duas adolescentes  de 16 e 17 anos, que acabaram detidas.

Os policiais encontraram na caixa de gás do prédio,  quase 2kg de drogas entre cocaína e maconha além de balança de precisão, aproximadamente 5 mil microtubos vazios, dezenas de rolos de material plástico utilizados para embalo das drogas e duas facas.

A informação era de que o agente de segurança, filho de “Samuel” era o proprietário da droga encontrada.

Ele foi localizado e detido no apartamento de “Gabriel” no condomínio San Marino, portando R$ 26,00 e teria  confirmado as denúncias contra sua pessoa.

Os cinco envolvidos, juntamente com a droga e o material encontrado foram encaminhados ao Plantão Policial.

A cocaína apreendida pesou  de 1kg e 36g enquanto que a maconha  1kg e 133g.

O delegado Edison Winning autuou “ Samuel”, “Gabriel” e o agente de segurança pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico e determinou que fossem recolhidos a cadeia e apresentados em audiência de custódia.

As duas adolescentes também foram apreendidas e colocadas em celas separadas para serem apresentadas ao Promotor da Infância e da Juventude.

A PM ressalta que meses atrás as equipes de Barretos, realizaram a prisão de outra pessoa ligada ao PCC  pelo crime de tráfico de entorpecente.

E descobriu que por Colina, havia  outro integrante vindo de São Paulo com o filho, e que na casa dessa pessoa que seria “Samuel” teria uma metralhadora e entorpecentes.

Naquela oportunidade, “Samuel” e o filho não foram encontrados, porém, no imóvel os policiais localizaram diversos microtubos de cocaína.

A metralhadora segundo a polícia  foi apreendida após ser abandonada por “Samuel” em uma das pistas rodovia Brigadeiro Faria Lima, porque ele temia que a mãe fosse presa, uma vez que somente ela estava na casa, quando foram encontrados os entorpecentes.