Esqueci minha senha
Acusado de homicídio é condenado a 17 anos de prisão  

Roberto José - 19 de janeiro de 2024

O Tribunal do Júri de Barretos adiou na manhã de ontem (2), o julgamento do réu Luiz Carlos Moreira, pelo crime de tentativa de homicídio ocorrido em 2019, contra uma mulher.

Vista externa do Fórum de Barretos

Compartilhar


O segundo julgamento do ano, foi realizado ontem (19), no Fórum de Barretos. Na oportunidade, foi julgado o réu Victor de Oliveira da Silva pela prática do crime de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe, ocorrido no dia 22 de janeiro de 2019, na avenida 25, no barro São José. O julgamento foi presidido pelo juiz, Hélio Alberto de Oliveira Serra e Navarro, tendo como advogado de defesa Sérgio Balsanulfo da Silva e a promotora Paloma Marques Pereira na acusação. Por volta da 17h25, foi lida a sentença, com o acusado sendo condenado a 17 anos de prisão.

O advogado Dr. Sérgio Balsanulfo, afirmou que irá recorrer ao Tribunal de Justiça. “Entendo que as qualificadora de motivo torpe foi um agravante, já que ele vinha recebendo ameaças”, afirmou. O acusado encontra-se preso em Taiúva há 4 anos.